Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sorriso amarelo

por Fernando Lopes, 25 Mai 12

Existe uma espécie de "gente", bem falante e bem pensante, que sempre se achou acima dos funcionários públicos. Existem funcionários públicos a mais, ganham demais, é preciso eliminar as gorduras do estado e renhó-nhó, renhó-nhó. Não compreendo esta distinção, como se os servidores do estado fossem gente menor. Almoço todos os dias com um homem das finanças que é dedicado, competente e educado. Um bom trabalhador e um bom exemplo, no público ou no privado. Sei que esta é a regra e não a excepção. Maus, há-os em todo o lado. Madraços também. No momento em que o actual governo decidiu baixar os salários dos seus trabalhadores e posteriormente confiscar o subsídio de férias e Natal, abriu uma caixa de Pandora.

Em termos puramente económicos, poderá, num primeiro momento, baixar a despesa. O problema é que o público não é uma ilha, e muitas empresas privadas, alegando dificuldades reais e inventadas, estão a proceder à redução unilateral de salários. Menos receita pela via directa e nos impostos indirectos, pela diminuição do consumo. Esta pescadinha de rabo na boca é um círculo vicioso e viciado. Duvido que a desvalorização que se pretende fazer artificialmente através do factor trabalho dê grande resultado. É um modelo baseado em baixos salários. Vamos competir com o Vietname? Haverá sempre quem faça mais barato.

Os que, secretamente, se alegraram quando os empregados do estado foram roubados, devem agora estar com um sorriso amarelo, porque a vez deles está a chegar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Esta não é totalmente surda, ouve muito mal mas re...

  • alexandra g.

    Uma bela albina, poderia ser gémea da gata da minh...

  • Fernando Lopes

    Tu és de pouco alimento, a despesa suporta-se bem....

  • Anónimo

    Com a poupança que tens tido nos almoços comigo e ...

subscrever feeds