Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O homem que sorri

por Fernando Lopes, 2 Mai 12

Arrasta um daqueles sacos de compras com rodinhas. Nele traz maravilhas da tecnologia chinesa como lanternas LED e aparadores de pêlos para o nariz. Perto do 60, calvo, exibe um sorriso desarmante. Veste-se de forma simples, mas sem um ruga, um colarinho roçado, o mínimo sinal de negligência. Sorri. Não é um alegria de marketing, mostra-se genuinamente bem-disposto, mesmo perante inúmeras recusas. Especulo sobre o que o terá levado aquela forma de ganhar o pão. Deve caminhar quilómetros durante o dia arrastando a vida, esperanças e frustrações naquele carrinho. E no entanto, sorri.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...

subscrever feeds