Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ooooooops!!!

por Fernando Lopes, 7 Mar 12

Um amigo ria a bandeiras despregadas, ao contar um episódio da faculdade onde retomou os estudos. Existe um acesso informático, uma espécie de drive de rede, que funciona via web e onde os docentes disponibilizam informação e bibliografia considerada fundamental. Ontem à noite acedeu à rede, fez login e descarregou um ficheiro zipado que continha diversos motivos de interesse. Além de bibliografia, pdfs e documentos word, uma enorme pasta de imagens, carregada de pornografia. O meu amigo começou a por a cabeça de lado, como os cães, para melhor entender o conteúdo de algumas imagens. Se o professor escapar a uma queixa, imagino que naquela cadeira os alunos vão todos tirar umas notas do caraças, não vá o diabo tecê-las! :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

"O Seminarista" de Rubem Fonseca

por Fernando Lopes, 7 Mar 12

O Seminarista Rubem Fonseca

Ocasionalmente dou conta de livros que me entusiasmaram. Sem pretensões, que de literatura nada entendo a não ser o prazer de ler.

Há muito que não lia um livro de um fôlego. O último foi "Ernestina" de J. Rentes de Carvalho. Mestre Rentes foi finalmente reconhecido como uma grande da literatura contemporânea portuguesa e a sua obra vai sendo lentamente publicada. Está a transformar-se, merecedidamente, numa “estrela” literária, facto para o qual olhará com o distanciamento crítico que o caracteriza. Foi preciso aguardar quarenta anos para uma reedição de "O Rebate", que chegará às livrarias durante este mês.

 

Mas o livro que me fez passar um par de horas sem olhar para o lado foi "O Seminarista"de Rubem Fonseca. Uma recomendação recente do meu compadre de leituras Ricardo. Confesso que desconhecia a obra de Rubem Fonseca, mas o que li deixou-me fascinado. É uma escrita simples, que à falta de melhor termo caracterizaria como "cinematográfica". É impossível não ter a sensação que "O Seminarista" é um argumento de filme, escrito com uma ironia e um humor notáveis, numa personagem completamente amoral. Tarantino transformaria este livro um filme bem a seu jeito. Estranhamente os autores que mais me têm impressionado nos últimos tempos são homens de idade. Some-se aos dois autores que escrevem em português Thomas Pynchon e interrogo-me se a literatura não será como o vinho do Porto, com  um tempo de maturação do autor para, com experiência de vida, se produzirem grandes obras. Mas, pensando bem, que sei eu ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Genny

    O Natal está aí à porta. Começa a introduzir esse ...

  • Fernando Lopes

    João, a bicha é surda, foi um pequeno milagre o fa...

  • pimentaeouro

    Parabéns Branca és uma sortuda. Põe o teu dono a f...

  • Fernando Lopes

    Eh pá, nos contras diria que não é um cão. Nos pró...

subscrever feeds