Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amanhã vamos à escola

por Fernando Lopes, 31 Ago 11

Amanhã é o primeiro dia na nova escola da minha filha. Sei que não devia estar nervoso, mas não o consigo evitar. Rompem-se seis anos de rotinas e inicia-se uma nova fase. De um conhecimento incipiente das letras e dos números, passará para a escola a sério. Com horários, tarefas, trabalhos de casa. O ensino pré-escolar dá aos infantes ferramentas e conhecimentos que não tínhamos no meu tempo. O conhecimento do alfabeto e de operações básicas de adição e subtracção poderá ser uma preciosa ajuda para evitar o choque com este novo mundo, com muito mais trabalho e disciplina e muito menos brincadeiras. Realizará um desejo há muito expresso. Ler. Sempre que estou à volta de um livro ou revista, tenho dois pequenos olhos por cima da minha nuca.
- Pai, o que diz aí?
Eu explico a notícia ou a história, mas raramente consigo evitar um "Eu não sei ler!", pleno de frustração por a amálgama de letras ser ainda um código indecífrável.
A descoberta das letras e de como estas formam palavras e frases será uma revelação há muito esperada, um novo mundo de histórias e acontecimentos que se irá abrir de para em par. Deveria encarar esta mudança com tranquilidade, mas parece que também eu vou à escola pela primeira vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Putímetro

por Fernando Lopes, 30 Ago 11


A imaginação no que à obtenção de receita fiscal respeita é infindável. Desta vez as vítimas desta sofreguidão são as prostitutas de Bona. A decisão, suportada num duvidoso argumento de equidade fiscal, obrigará as mulheres da vida a pagar  seis euros dia, aliás noite, para fazer trottoir nas ruas. Com um talão de parquímetro e multas até 100 euros, para dissuadir as tentativas de infracção. Temo que o Ministro das Finanças, mais sedento de receita que o diabo de almas, não tarde a instalar os "putímetros" pelas ruas das cidades portuguesas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Cabe sempre mais um...

por Fernando Lopes, 30 Ago 11

(clique na imagem)

Autoria e outros dados (tags, etc)

das minhas paredes

por Fernando Lopes, 30 Ago 11

Picasso, Pêche de Nuit à Antibes
Durante dez anos uma reprodução deste Pêche de Nuit à Antibes, de Picasso, esteve na parede de minha casa. Hoje, vindo do nada, senti saudades de o contemplar. Partilho-o como se estivéssemos na minha velha sala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Momento Zen por Christine Lagarde

por Fernando Lopes, 30 Ago 11



O FMI encorajaria os Estados Unidos e a Europa a não reduzirem rapidamente as suas despesas públicas para não precipitarem situações recessivas. A diretora-geral aconselhou, ainda, o prosseguimento de políticas monetárias "estimuladoras".

A diretora-geral do FMI considerou como prioritário evitar a recaída na recessão do que endireitar à força as contas públicas no curto prazo, comentou a Eurointelligence. Viragem ao crescimento, em vez de austeridade, como prioridade, acrescentou esta agência europeia de informação. "Dito de um modo simples, ainda que a consolidação orçamental continue imperativa, as políticas macroeconómicas devem apoiar o crescimento."


Quem disse isto não foi nenhum perigoso esquerdista, mas Christine Lagarde, directora-geral do FMI. Publicado no Expresso. Ó pra ela a apontar o fracasso das políticas económicas liberais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem me protege?

por Fernando Lopes, 29 Ago 11


A arbitrariedade com que o jornalista Nuno Simas foi espiado fez cair o Carmo e a Trindade. Afinal se há espaço sacrossanto é o da imprensa. Com todo o poder e sentido de classe que lhe é reconhecido amplifica um caso preocupante, quer pela desregulação das secretas, quer pelo casuístico que encerra e que constitui um alerta a não menosprezar.

Ao que parece Nuno Simas, com obra publicada sobre o assunto e conhecedor dos meandros das secretas, teria a consciência do que lhe poderia advir tendo em conta a especificidade da sua investigação.

Mas o cidadão comum é espiado quando participa em manifestações e nunca vi tamanha preocupação. Quem tenha estado em participações cívicas e seja minimamente atento já terá observado uns senhores que não se parecem com repórteres de imagem [basta ver que estão muitas vezes munidos de uma handycam], a filmar a passagem da massa anónima de manifestantes. Todos sabemos que  se compra software de reconhecimento facial, o que significa que qualquer participante numa concentração da CGTP, UGT, de qualquer partido ou movimento é facilmente identificável. Para quê e com que objectivo? Detectar ameaças à segurança nacional? Identificar falanges ou perigosos anarquistas e revolucionários? A mim que ninguém conhece, não tenho camaradas zelosos nem poder mediático, quem me protege?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Até o negócio da morte está em crise!

por Fernando Lopes, 28 Ago 11


Até o negócio da morte está em crise. Na secção da Necrologia do JN já se fazem descontos nos anúncios das missas de 7º e 30º dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eu, Cavaco e o facebook

por Fernando Lopes, 28 Ago 11

O facebook, como todas as novas tecnologias, exerce um fascínio enorme sobre os portugueses. Dizem-no útil para reencontrar velhos amigos do liceu, parentes desaparecidos, ex-namorados(as) e uma miríade de almas perdidas no éter. Como bom português também tenho conta no facebook, face para os amigos. Entrei tarde e frequento-o cada vez menos. Aparte de meia-dúzia de colegas do liceu a ferramenta revela-se insuficiente para quem não busca. Depois há os eternos gaviões e as suas fêmeas. Sempre atentos a uma carinha laroca, um comentário insinuante, uma deixa para pular a cerca. Um colega particularmente afoito a desconstruir estas coisas, inscreveu-se como trintona sexy, divorciada e aparentemente disponível. Em dois dias tinha 250 "amigos" alguns deles casados e de quem conhecia as mulheres. Suponho que o inverso também será verdadeiro. Todos já ouvimos o caso do(a) cota que abandonou mulher (marido) e filhos por causa daquele borracho que conheceu no face.

Cada um sabe de si e não me cabe compete fazer julgamentos sobre o uso que dá a esta nova forma de comunicação. Para mim não dá. Desde os DJs frustrados que disparam dez de seguida, até aos que só escrevem coisas enigmáticas, a minha paciência e tempo são escassos para lidar com tal futilidade.

Mas o mais grave disto é que já não é só uma ferramenta de jovens ou adultos à procura de não sei muito bem o quê, mas uma ferramenta institucional. Cavaco Silva é o seu utilizador top. Quando devia comunicar olhos nos olhos aos portugueses, lança bitaites via face. Nunca li nada que ele lá tivesse escrito por puro medo de ser obrigado a fazer Like na sua página. Grande seria o drama nacional se entre tantos Likes, encontrasse uma alternativa à Maria Cavaca. Sabendo-lhe os gostos no que ao feminino concerne estou certo de que seria séria, dedicada, excelente dona-de-casa, com um passado impoluto e que nunca copulou que não na posição missionária. Ou talvez não ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Salvem os ricos!!

por Fernando Lopes, 27 Ago 11

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tempo Incerto

por Fernando Lopes, 27 Ago 11

Acordo às 10:00. Entre o primeiro cigarro matinal [a que se seguirá uma infindável série] e um café, ligo o computador. Troco impressões com um amigo recente sobre música e abro o "Tempo Contado".  O Mestre vai de férias com regresso em "Tempo Incerto". Enquanto o leio tento compreender-lhe as angústias e incertezas. "O que escrevo raro me satisfaz". Pois não é assim com todas as almas que se questionam, que há muito abandonaram as verdades absolutas, conscientes que este limbo em que vivemos, este mundo ao contrário, nos gera mais aflição do que exaltação? Desde há um ano a esta parte as suas "estórias", dúvidas, derrotas e vitórias são também as minhas, num processo de identificação entre o pequeno e o grande homem. Que volte depressa exorcizando demónios e fantasmas. O meu dia sem o ler é um bocado mais triste.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/6

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Já passei pela situação de querer umas bolachas se...

  • Fernando Lopes

    O problema dos ruminantes são os gases, usei a vac...

  • Inês

    "mais ventosidades que uma vaca argentina"?! Já me...

  • Fernando Lopes

    Esta não é totalmente surda, ouve muito mal mas re...

subscrever feeds