Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The dark side of the force ...

por Fernando Lopes, 14 Jul 11


A não ser que tenha acontecido um qualquer surto epidémico na zona das Mercês, o facto de 29 polícias estarem de baixa em solidariedade com colegas agressores, mostra o lado negro das corporações. Incapazes de se regenerar e de lançar para o lixo (que é o seu lugar) as maçãs podres, agem da pior forma. Espero que o Ministério da Administração Interna exerça acção disciplinar sobre estes senhores rapidamente, porque também eles não interessam à PSP e ao país.

 à propos:

"Antigamente, sem hesitar um momento, eu entregaria a defesa dos meus interesses a um advogado, o cuidado da minha saúde a um médico, a segurança da minha pessoa a um polícia. Se as circunstâncias o mandarem também hoje terei de o fazer. Mas sem ilusões. Antes como a rês que ao ser tirada do estábulo nunca sabe se a vão levar para o pasto ou para o matadouro."

J. Rentes de Carvalho em "Tempo Contado"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

exangue

por Fernando Lopes, 14 Jul 11

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] m$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="http://3.bp.blogspot.com/-s6lu2A-2yx0/Th7nTN_KOAI/AAAAAAAAA7o/mnUrsaxy23w/s1600/Bloodless.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img border="0" m$="true" src="http://3.bp.blogspot.com/-s6lu2A-2yx0/Th7nTN_KOAI/AAAAAAAAA7o/mnUrsaxy23w/s1600/Bloodless.jpg" /></a></div><br />Obrigado Pedro. Parece que o novo imposto nos vai deixar <a href="http://economia.publico.pt/Noticia/taxa-de-35--dara-o-dobro-da-receita-anunciada-com-imposto-extra_1502817"><span style="color: orange;">exangue</span></a>.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Assino por baixo!

por Fernando Lopes, 14 Jul 11

Em reunião do Conselho Nacional do PSD, Pedro Passos Coelho disse que há um "desvio colossal" nas contas públicas. Disse que não se queixaria da herança mas, pelo sim pelo não, um conselheiro fez passar para os jornais a queixa da "herança".

Começa assim o segundo episódio de uma novela que se repete sempre. Durão prometia em campanha não aumentar impostos, chegou ao governo, descobriu que o País estava de tanga e aumentaram-se os impostos. Sócrates prometeu em campanha que não aumentava os impostos, chegou ao governo, descobriu que o défice era maior do que se julgava e aumentou os impostos. Passos disse que não aumentava os impostos, chegou ao governo, descobriu que um "desvio colossal" e aumentou os impostos. Em todos os casos os futuros governantes deixaram claro na campanha eleitoral que não acreditavam nos números oficiais. Em todos os casos fingiram logo de seguida que tinham sido surpreendidos pelos números verdadeiros. Em todos os casos deram o dito por não dito.

A pesada herança é o clássico da política nacional. Cada mentira em campanha é justificada por uma mentira herdada. E uma mão lava outra. A coisa é de tal forma repetitiva que já ninguém liga nenhuma. Nem às promessas que se fazem, nem às promessas que não se cumprem, nem aos números que são falsos, nem ao falso espanto de saber que eles são falsos. A falta de respeito pela palavra dada passa de governo para governo. Essa sim, é a pesada herança de que não nos conseguimos livrar.

Daniel Oliveira no Expresso online

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds