Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

da privatização das águas e outras histórias

por Fernando Lopes, 15 Mai 11


No Eixo do Mal, um tal de Rui Ramos, articulista do Expresso, senhor certamente de grande formação, mas de vistas curtas manifesta-se surpreendido por muitos portugueses serem contra a privatização das águas.

Poder-se-á contra-argumentar que as águas já estão parcialmente privatizadas. Verdade, só que essa privatização é feita com o controle dos municípios, que não têm como objectivo único o lucro. Esquece-se este sinistro personagem que não se privatizam as águas, mas os seus meios de distribuição. Ora como bem sabemos das experiências com a EDP, a privatização de serviços públicos essenciais num mercado em que não existem alternativas de distribuição deu no que deu. Concorrência morta à nascença. A EDP mantêm o monopólio e apresenta lucros anuais superiores a 1.000 milhões de euros. Os custos para os particulares e de produção para as empresas aumentaram exponencialmente. Digo já ao Sr. Rui Ramos que nunca me propuseram serviços alternativos de distribuição de energia eléctrica. Já lhe aconteceu a si?

Argumentou que a distribuição alimentar já era privada e ninguém se preocupou com isso. Sabe porquê? Porque no merceeiro da esquina ou nos hipermercados, existe concorrência. Se a Soane fosse a única empresa a poder comprar camiões de distribuição de alimentos e câmaras frigoríficas lhe garanto que pagaria infinitamente mais pelo seu sumo de frutas e brioche matinal. Será que a fúria privatizadora não tem como limite o simples bom-senso?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Tenho é que me manter nova:)~CC~

  • Fernando Lopes

    Isto era eu... :)

  • Anónimo

    Venha e será recebida de braços abertos. Vamos com...

  • Anónimo

    Plantei uma árvore, tive uma filha e escrevi um li...

subscrever feeds