Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marinho Pinto, Otelo e os partidos

por Fernando Lopes, 17 Abr 11

Fonte:http://pinpao.blogs.sapo.pt/


Após as declarações de ontem de Marinho Pinto e hoje de Otelo, a direita acha que isto está a ficar perigoso. Independentemente de gostar dos personagens (e não gosto), limitaram-se a reproduzir o que diz o homem comum. Como é vulgar dizer-se, a democracia não se esgota nos partidos.  Mas parece que os partidos estão apostados em esgotar os democratas. O velho do Restelo disse que os partidos são casas de mulheres de má vida. E aí ele não poderia estar mais certo. Os partidos surgem como uma pescadinha de rabo na boca, virados para dentro, para as suas guerras, fidelidades e golpes palacianos. O afastamento entre a sociedade e os partidos é cada vez maior. Lá, vingam os aparelhistas e os yes man. Para ser militante é preciso ser um bocado acéfalo, acrítico e usar do mesmo seguidismo cego que se vê no futebol. Não penso que os partidos sejam dispensáveis da democracia. Mas urge um movimento de regeneração, de aproximação às pessoas, sob risco de de as profecias de Marinho Pinto e Otelo se tornarem realidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

A entrevista

por Fernando Lopes, 17 Abr 11

Então Fernando, após 5 meses que balanço fazes do purgatório?

- O conteúdo é uma boa merda, mas ficou bonito.

E o sucesso, está próximo?

- Como qualquer grande, verdadeiramente grande, estou a deixar isto para a posteridade. Só ficarei famoso depois de morto. Todos os conteúdos por mim gerados, estou certo, terão como consequência cinco linhas no obituário do JN, e um funeral com cerca de 50 convivas.

- Como é que te inspiras para o purgatório?

- Basicamente lendo a vida de santos. São José de Sócrates, Santa Angela de Merkel, São Passos de Coelho, são algumas das infinitas santidades que me inspiram neste percurso ascético.

- Quais os posts mais lidos?

O da geração à rasca (Deolinda) em que previ que em breve estaríamos todos à rasca (põe-te a pau, Roubini) e o da depilação genital feminina, o que mostra que apesar da crise há mais gente a lamber vaginas do que cus. E isso é sinal da integridade de um povo.

E o que esperas para o futuro?

- Mais dores nas costas, mais hemorroídas e um decrescer da acuidade visual.

Algumas últimas palavras?

- Quem leu isto até ao fim sem vomitar, vai directamente para o céu sem passar pelo purgatório. Bem hajam pela infinita paciência.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds