Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal, a Flor e a Foice

por Fernando Lopes, 18 Fev 11


Os amigos do purgatório, conhecem a minha confessa admiração por J. Rentes de Carvalho. Mais do que um grande escritor é um ser humano de uma lucidez e humildade invulgares. Rentes é do tempo em que ser humilde não era encarado como fraqueza, mas como sinal de carácter. Quem isto vos confessa já sentiu na pele quanto a reserva e discrição são defeitos aos olhos de hoje. Fui "acusado" de, no trabalho, ter "mau marketing pessoal". Ora como vendo o meu trabalho e não a minha imagem, até porque não sou nenhum detergente, esta afirmação calou fundo.

Quem, como eu, tinha onze anos aquando do 25 de Abril, tem deste período memórias difusas e romantizadas da infância e adolescência. Mas J. Rentes de Carvalho, de ora adiante designado Mestre, estava vivo, e bem vivo, em Amesterdam.De lá, escreveu um ensaio sobre o pré e pós 25 de Abril, em que demonstra o conhecimento dos meandros do regime, das famílias então e hoje dominantes, de uma certa tolerância com os democratas que exibissem pedigree.

Para vos aguçar o apetite deixo aqui um pequeno excerto de "Portugal, a Flor e a Foice", revelador das idiossincracias deste período da história recente portuguesa.

"Levado como outros por esse delicioso entusiasmo de uma luta de classes a fingir, um D. Fernando, marquês de Fronteira, ofertou à CDE, para despesas eleitorais, meio milhão de escudos. O povo, ao tomar conhecimento, encontrou a designação justa para essa novidade em ideologia política: o "marquesismo-leninismo"

O primeiro post está aqui, e o segundo aqui.
E se quiserem, como eu, que esta obra seja editada, podem sempre enviar um mail para: margarida.ferra@quetzaleditores.pt

É que, este ensaio, por incómodo, está guardado numa gaveta, à espera da coragem e desassombro necessários à sua publicação em português.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • alexandra g.

    Ferdinand,não se diz gases, diz-se metano :), mas ...

  • Anónimo

    Já passei pela situação de querer umas bolachas se...

  • Fernando Lopes

    O problema dos ruminantes são os gases, usei a vac...

  • Inês

    "mais ventosidades que uma vaca argentina"?! Já me...

subscrever feeds