Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

coisas de antanho ... (IV)

por Fernando Lopes, 27 Dez 10

Uma das profissões desaparecidas que mais nostalgia me causa é a de Polícia-Sinaleiro. Todos os que têm mais de quarenta se lembram de no Porto existirem Sinaleiros. Os "cabeças-de-giz", organizavam o trânsito de um modo humano, em cima da peanha, apito vigoroso e gestos elegantes.
E havia respeitinho, não se ignoravam as ordens de um sinaleiro, como agora se ignoram os vermelhos, vulgarmente apelidados de "verde-tinto".
Com eles desapareceu também um lado humano da gestão de trânsito, agora organizado de forma informática, por um sistema que se chama GERTRUDE.
Embora o volume de tráfego seja incomparavelmente maior do que há trinta anos, ainda não estou convencido que a troca do "cabeça-de-giz", pelo GERTRUDE tenha sido uma mais-valia para a cidade e os seus habitantes.
É que nestas coisas humanas, mão humana a coordenar é sempre mais sensível.

coisa de antanho sugerida pelo meu irmão, Pedro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...

subscrever feeds