Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gás a fundo

por Fernando Lopes, 25 Fev 11


Já se tornou um padrão. Os fumadores são os novos párias. Não se pode fumar se a empregada estiver em casa. E se a empregada for fumadora? Posso alegar mútuo consentimento? Agora os americanos, na figura do Mayor de Nova Iorque, dão mais um passo na cruzada higienista. Não se pode fumar na rua foi o passo anterior. Agora é a vez doCentral Park e das praias. E que tal meter a boca do gajo num tubo de escape e dar gás a fundo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

5 comentários

De O abominável careca a 25.02.2011 às 14:32

Lá estão estes gajos a meter a pata na poça e com a mania de serem os defensores da moral e dos bons costumes. Sempre que vejo e leio este tipo de notícias dá-me uma vontade incontrolável de fazer uma greve de zelo ao tabaquito e por tempo indeterminado e garanto-te se todos o fizéssem estes anormais até lançavam anúncios para incitar os enfermos, crianças e idosos realçando assim as vantagens de fumar. E lembra-te que palavras ôcas leva-as o vento...

De Fernando Lopes a 25.02.2011 às 19:21

Começam por proibir o tabaco, e depois ganham-lhe o gosto. Sabemos lá que proibições se seguem.

Abraço,
Fernando

De O abominável careca a 25.02.2011 às 20:22

Caro Zé,
Se algum dia a poderosa indústria de tabaco vier a ter problemas financeiros, não fiques espantado se for criada uma cláusula em sede de IRS para abater nas despesas tabágicas! Imagina o que seria receber 50% do imposto gasto anualmente com cigarros! Que ricas férias à borla...:)
Um abraço e não os leves a sério...:)

De Fenix a 25.02.2011 às 20:52

Fernando

Eu que não sou fumadora por opção (decidi isso aos 15 anos), só posso sentir "compaixão" pelos fumadores.
É que além de darem cabo da saúde, do orçamento, e de contribuírem fortemente para as finanças públicas, ainda são perseguidos quais leprosos!

Eu no lugar deles, e só para chatear, deixava de fumar!

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 25.02.2011 às 21:38

Ana,

Já tentei. Não é fácil. Eu sei que é dinheiro e saúde deitados fora, mas não sou nenhum criminoso. Não fumar em restaurantes, etc, dou de barato.
Agora proibir de fumar na rua não lembra ao diabo.
Lembre-se que tínhamos queima de lixo hospitalar, que gera dioxinas altamente cancerígenas no hospital de Sto António.
Disso, poucos se queixaram.

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback