Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amor incondicional

por Fernando Lopes, 16 Mar 11

Num fim de tarde, enquanto partilhava bolinhos e cumplicidades com a minha filha, uma senhora aproximou-se de nós e disse baixinho:
- É a única mulher que o vai amar incondicionalmente até ao fim da sua vida.
Vi naquilo, humanas saudades, de um pai que já partiu. Hoje, reflectindo, acho que é bem capaz de ter razão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

9 comentários

De Dalaila a 16.03.2011 às 12:33

que lindo!

De Ricardo a 16.03.2011 às 16:41

Só falta acrescentar que também tu a amarás incondicionalmente até ao fim...

De Fernando Lopes a 16.03.2011 às 19:39

Dalila e Ricardo,

O que nós sofremos e fazemos pelos filhos! E acho que não há amor mais incondicional do que o filial/paternal.

Abreijos,
Fernando

De Fenix a 16.03.2011 às 20:26

Fernando,

Infelizmente nem sempre é assim...depende dos seres!

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 16.03.2011 às 21:38

Ana,

Tenho essa consciência. Mas custa-me a compreender os pais que maltratam os filhos. O bom argumento é sempre melhor que a palmada. Não quer dizer que uma palmada no rabo faça mal. Já o fiz. Mas muito de vez em quando.

Abraço,

Fernando

De O abominável careca a 17.03.2011 às 19:54

Caro Zé,
Seria óptimo que assim fosse no entanto as pessoas e os seres em geral passam por variadíssimas fases que vão desde a total admiração passando pelo incongruente descrença nos seus progenitores. Resumindo se calhar num futuro próximo passarás de "Bestial" a "Besta" sem que tal seja o fim do mundo e mais básico ainda é passar pelas diferentes fases de crescimento sem dar muita importância! Sempre foi assim e sempre será! Vamos vivendo com a convicção que nas alturas fulcrais das diferentes fases seremos ouvidos e teremos uma palavra amiga para quem nos quiser ouvir!
Esta claro está é a minha visão muito pessoal sobre este assunto e discutível
Um Abraço!

De Fernando Lopes a 18.03.2011 às 21:28

Abominável,

A adolescência é mesmo assim. Mas tem um ponto positivo. Passa.

Abraço,
Fernando

De O abominável careca a 19.03.2011 às 19:17

Caro Zé,
Não é só a adolescência que é probemática, será concerteza quando os nossos filhos saírem de casa e andarem constantemente a apoiar-se na "muleta" parental. Poderá verificar-se na altura que quando chegármos a velhos (Se lá chegármos...)e necessitarmos com urgência de apoio de filhos e eles por variadíssimas razões não poderem ou simplesmente por nem sequer estarem preocupados em dar qualquer tipo de apoio quando solicitados para o efeito! A vida é feita de surpresas e revelações e é com isso que temos de contar sejam elas positivas ou quiçá extremamente negativas (Espero bem que não!!!). Viver a vida em normal harmonia não é fácil e requer por vezes um grande jogo de cintura e uma preserverança muitas vezes para além do razoável, mas é a vida...
Um Abraço!

De Fanzine Episódio Cultural a 21.03.2011 às 17:33

COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?
O Fanzine Episódio Cultural é uma publicação bimestral sem fins lucrativos, distribuído na região sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Belo Horizonte e Salvador-BA. Para participar basta mandar um artigo: poema, um conto, matérias (esporte, arte, sociedade, curiosidades, artesanato, artes plásticas, turismo, biografias, sinopses de livros e filmes, curiosidades, folclore, moda, saúde, esporte, artes cênicas, biografias, etc.) em Times Roman 12.

Mande em anexo uma foto pessoal para que seja publicada juntamente com a matéria. Se desejar, você pode enviar uma imagem correspondente ao assunto abordado. Caso o artigo não seja de sua autoria, favor informar a fonte.

PARA ENTRAR COM CARLOS (Editor)
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile
machadocultural@gmail.com

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...

  • Henedina

    E tenha...um bom dia!