Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dar a volta à crise

por Fernando Lopes, 2 Mai 11

Para vencer a crise, uma das soluções é a imaginação. Um dos produtos que continua a ter impostos que roçam a extorsão é o tabaco. A taxa de imposto era em 2005 de 76,5% em cada maço. Hoje deverá rondar os 85%. Como não me importo de ser roubado, mas prefiro que o façam com classe, resolvi enfrentar o inimigo no seu próprio terreno. É fácil, é barato e poupa-se uma pipa de massa. As antigas máquinas de enrolar tabaco, já eram. Hoje em dia, nas lojas da especialidade por cerca de 4,5€ consegue-se comprar uma máquina de enrolar tabaco com filtro. Se a isto juntarmos 0,01€ por cada mortalha com  filtro, calcula-se em 0,04€ o custo unitário de cada cigarro. Isto significa um maço por cerca de 0,80€, em vez de 3,50€. Um poupança de 78% em cada maço. No final de um mês, para um consumo de 60 cigarros por dia terei poupado 162€. Que ficam no meu bolso para outras finalidades que não alimentar o roubo legalizado. Na imagem acima exemplifica-se uma destas máquinas. Posso assegurar que resulta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

12 comentários

De Fenix a 02.05.2011 às 16:18

Fernando

Não pude deixar de sorrir com o seu post; pelo seguinte:

- a forma entusiasta como descreve a "descoberta", denota bem que "apenas" agora está a notar a crise com mais agudeza, pois eu que não sou fumadora, tenho familiares e amigos que já adoptaram o tabaco de enrolar, há no mínimo 3 anos...

Não quero ser desmancha-prazeres mas para poupar ainda mais (o dinheiro e a saúde), dispense a maquineta e enrole-os à mão, imediatamente antes de os fumar. Pois dizem os experientes, que como é mais trabalhoso e menos prático, acabam por fumar muito menos.

;)

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 02.05.2011 às 17:14

Ana,
Sou do tempo em que os fumadores não eram párias. Além disso chateia-me ser roubado à grande e à portuguesa. Na minha juventude usava tabaco de enrolar, devido à falta de fundos.
Hoje, o que motiva, além da óbvia poupança, é também o diminuir as receitas destes ladrões organizados.
Chama-se matar dois Sócrates de uma cajadada. ;)

Abraço,
Fernando

De Anónimo a 02.05.2011 às 17:55

Mata, mata!

:-)

De Manel a 02.05.2011 às 17:56

Não é o anónimo, sou eu:-)

De Fernando Lopes a 02.05.2011 às 18:07

Manel,

Tu és boa rapariga, mas padeces de um ódio irracional a Sócrates. Ele é um mentiroso e um alienado, mas faz-me confusão o ódio que gera.
Para mim, que não desejo a morte a ninguém, Sócrates incluído, basta-me que ele vá para longe, muito, muito longe ...

Bj,

De M Manel a 02.05.2011 às 18:22

É basicamente racional, mas tanta fantochada tira-me do sério.
Para mim, é neste momento a pessoa mais hedionda da sociedade pública portuguesa, e gostava muito que morresse de vez e para a política e sobretudo para os cargos de poder.

Agora se vai desta para melhor, é um assunto lateral, e sobretudo problema dele, mas mais tarde ou mais cedo não escapa, como todos nós, de resto!


Bj

De Fernando Lopes a 02.05.2011 às 19:19

Fico mais tranquilo por não te ver com os olhos vermelhos de raiva, e a baba a escorrer pelos beiços!! ;-)

Bj

De O abominável careca a 02.05.2011 às 23:04

Olá,
Gostei da tua dica para poupar umas cebtenas de euros ao fim do ano, no entanto tenho umas dúvidas:
1-) O tempo de execução de um maço de cigarros equivale a quanto tempo?
2-) O sabor é idêntico aos cigarros que costumamos fumar?
3-) O estado não é burro, e se a qualidade for igual à do cigarro tradicional irão concerteza ser aumentados quer os preços do tabaco assim como os seus acessórios!
Nos dias que correm deveríamos era enchermo-nos de coragem e preserverança é deixar o "bício" para desse modo dar uma ajuda concreta às contas do estado!
Um abraço

De Fernando Lopes a 02.05.2011 às 23:34

Abominável,

É uma questão de gestão de fundos.
1.) 10 minutos (30 segundos por cigarro)
2.)Muito parecido. Há tabacos de todos os tipos e preços, desde Chesterfield, West, Marlboro etc.
3.) Previsivelmente sim. Mas seria um imposto especial, uma vez que o tabaco ao peso paga o mesmo imposto do tabaco normal. Por isso será sempre muito mais barato.
4.) E deixar de fumar é fácil? Quantas vezes tentaste?

Abraço,
Fernando

De O abominável careca a 03.05.2011 às 22:30

Caro Zé,
Nunca ninguém disse que é fácil, temos que insistir até à exaustão nem que para isso seja necessária a toma de ansióliticos!!!
Vai um cigarrito?!

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback